MENU

Blog

vista-2

Circuito das águas revela as belezas e poderes das fontes terapêuticas no Sul de Minas

Mais de 10 cidades compõem roteiro que valoriza as águas da região.

 Em meio à Serra da Mantiqueira, as formações rochosas criaram um verdadeiro santuário de águas minerais. Com propriedades medicinais e terapêuticas, as águas do Sul de Minas tornaram o Circuito das Águas um dos mais importantes roteiros turísticos do estado.

Entre as cidades que fazem parte do circuito estão São Lourenço e Caxambu, que entram como polos, e vêm acompanhadas de Baependi, Cambuquira, Campanha, Carmo de Minas, Conceição do Rio Verde, Heliodora, Lambari, Soledade de Minas e Três Corações.

G1 visitou algumas cidades e traz as dicas das melhores atrações para quem quer relaxar e sentir o poder das águas milagrosas.

São Lourenço e o Parque das Águas

Com pouco mais de 45 mil habitantes, São Lourenço tem no Parque das Águas seu principal atrativo para turistas, que chegam à cidade principalmente vindos do Rio de Janeiro. Quem mora nos grandes centros vê em São Lourenço um refúgio para descanso, como um “detox” da rotina movimentada.

O Parque das Águas, com seus 370 mil metros quadrados, tem nove fontes de águas minerais, com propriedades que tratam o estômago, doenças como anorexia, anemia, infecções, problemas respiratórios, alergias e quadros de estresse e depressão.

Uma das mais importantes é a Fonte Vichy, com propriedades que fazem dela uma das duas únicas no mundo – a outra fica na França. A fonte alcalina é indicada para problemas gástricos e renais.

Para quem gosta de usar a água como aliada da juventude e bem estar, o Centro Hidroterápico-Balneário SPA, localizado dentro do Parque das Águas, oferece banhos em águas sulfurosas em banheiras, ofurô, massagens relaxantes, sauna, drenagem linfática, além de limpeza de pele. Banhos de sais e de espuma completam as atrações.

Com vista para o lago principal, o visitante tem o cenário perfeito para relaxar e cuidar da pele. A construção do balneário é de 1935 e preserva o estilo clássico da época, com toques de modernidade.

Os banhos e serviços do spa têm preços que variam de R$ 9 a R$ 200.

Além do balneário, o Parque das Águas tem lago com pedalinhos e barcos, a Ilha dos Amores, no meio do lago, onde é possível chegar de pedalinho ou barco, o Entardecer com as Garças, quando o parque abre para o público acompanhar o pôr-do-sol ao lado dos animais, e a Catedral de Bambu, espaço dedicado a apresentações e até casamentos.

O visitante consegue aproveitar o dia no parque com todas as atividades por R$ 12. Moradores de São Lourenço pagam R$ 6 para a visita.

Os hotéis da cidade se concentram próximos ao parque. Eles oferecem pacotes para visitas ao local e também para os outros passeios da cidade.

São Lourenço também oferece passeio de balão, por R$ 400, Rota do Café, com visitas a fazendas, voos panorâmicos e o Mercado Municipal, com vários produtos da culinária e arte mineira.

Trem das Águas a Soledade de Minas

De São Lourenço, é possível entrar no Trem das Águas pela estação central e seguir viagem até Soledade de Minas, mais uma cidade do Circuito das Águas. O caminho pelos trilhos até a estação de Soledade tem 10 km e a linha fica às margens do Rio Verde.

O passeio na locomotiva fabricada em 1927 é uma viagem no tempo, com apresentações de grupos musicais. A viagem na classe turística sai por R$ 60. Quem quer uma experiência diferente pode apostar na classe especial que, além de bancos estofados, tem a degustação de produtos regionais como vinhos, cachaças, doces e queijos. A classe especial custa R$ 80.

Logo na estação de trem em Soledade de Minas, o turista já encontra uma feira de artesanato com comidas locais, como os pastéis, doces e a famosa garapa.

CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on Pinterest
CURTA NOSSO FACEBOOK
SUA MARCA NA RÁDIO VIVA