MENU

Blog

dsc-0033

Indústria farmacêutica deverá gerar 2 mil novos postos de trabalho até 2021 no Sul de MG

O Sul de Minas deverá gerar pelo menos mais 2 mil postos de trabalho até 2021 graças a investimentos da indústria farmacêutica. Segundo dados da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (INDI), as indústrias do setor devem investir R$ 737 milhões no interior do Estado. Pouso Alegre e Poços de Caldas (MG) serão os municípios beneficiados com a instalação de novas indústrias.

Em Pouso Alegre, a farmacêutica Biolab anunciou que vai investir R$ 450 milhões em um novo complexo industrial, que deverá produzir até 200 milhões de unidades por ano e gerar pelo menos 800 postos de trabalho. A empresa chegou a comprar uma área no município de Estiva (MG), vizinho a Pouso Alegre, porém questões relacionadas à infraestrutura resultaram na mudança de planos e de cidade.

Já a Cimed, que está presente há 20 anos no município, anunciou um aporte de quase R$ 200 milhões em uma nova fábrica às margens da Rodovia Fernão Dias, que deverá dobrar a capacidade atual da empresa. A previsão é que parte das operações se iniciem em 2021 e que sejam gerados aproximadamente 500 novos empregos diretos e indiretos.

Em Poços de Caldas, a Myralis aplicará R$ 28 milhões até 2021 e deverá empregar cerca de 1 mil pessoas em três anos. Já em Varginha, a Euforarma e a Momenta já operam um centro de distribuição de medicamentos no Porto Seco, no aeroporto da cidade. O investimento foi de R$ 12 milhões com geração de cerca de 140 empregos e o faturamento deverá ser de R$ 2 bilhões por ano.

Pouso Alegre é sem dúvida a cidade do Sul de Minas que mais se beneficia com os investimentos do setor farmacêutico. Conforme dados da prefeitura do município, só o setor já é responsável por gerar cerca de 3 mil empregos diretos na cidade. A empresa tem hoje sete grandes empresas do setor, que juntas já investiram recursos da ordem de R$ 1,2 bilhão.

Nesta terça-feira (17), inclusive, será inaugurado o Centro de Distribuição da Supera RX, empresa de medicamentos criada a partir de uma “joint venture” entre as empresas Cristália e Eurofarma. A expectativa é que, com o novo centro, a empresa possa alcançar R$ 1 bilhão em faturamento até 2022 e dobrar sua força de vendas. A nova sede deverá gerar entre 18 e 30 empregos diretos e indiretos.

CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on Pinterest
CURTA NOSSO FACEBOOK
SUA MARCA NA RÁDIO VIVA
FALE COM A RÁDIO PELO VIVA ZAP
Whatsapp Rádio VIVA FM (35) 9 9807-2857

(35) 9 9807-2857